Ame seus inimigos ou mate-os?

Afinal de contas o que Jesus ensina sobre isso?

De acordo com o Evangelho de Mateus, Jesus ensina seus discípulos:

Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’. Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem” (Mateus 5:43-44).

Mas onde na Torá está escrito que devemos odiar nossos inimigos? Não só essa passagem não existe como a Torá nos instrui o contrário:

Se você encontrar perdido o boi ou o jumento que pertence ao seu inimigo, leve-o de volta a ele. Se você vir o jumento de alguém que o odeia caído sob o peso de sua carga, não o abandone, você deve ajudá-lo.” (Êxodo 23:4-5).

Apesar de Jesus ensinar seus discípulos a amar seus inimigos no Evangelho de Mateus veja o que ele ensina no Evangelho de Lucas:

E aos meus inimigos, que não queriam que eu reinasse sobre eles, tragam-nos aqui e MATEM-NOS na minha frente!” (Lucas 19:27).

Qual dos dois ensinamentos os cristãos decidiram seguir?? Basta olhar para o passado e ver o resultado: Inquisição, Cruzadas, Pogroms, Conversões a Força, etc. Veja o que João Calvino, um dos principais líderes da Reforma Protestante disse a respeito dos Judeus:

Os Judeus, com sua obstinação podre e inflexível merecem que sejam oprimidos infinitamente e sem limites, e que eles morram em sua miséria, sem a piedade de ninguém.” (João Calvino, Ad Questiones et Obiecta Iudaei cuisdam Responsio) Um belo exemplo de amor!